segunda-feira, 11 de novembro de 2013

- Sempre amei os livros – ela disse baixinho. – Adoro tê-los por perto. Amo me perder em uma história, em um mundo. Adoro poder me tornar qualquer pessoa, poder viver qualquer fantasia. p.172

Em “Só Tenho Olhos Para Você”, temos a história que fala sobre o amor de infância entre Sophie e Jake. Ela, a menininha dos Sullivans, é uma bibliotecária que ama o que faz, assim como ama Jake. Claro que ele também a ama, mas não se acha bom o suficiente para merecer o amor dela. Eles se conhecem há 20 anos e se amam desde sempre. Preciso dizer que adoro histórias assim, com amores do passado – convencem mais do que aquelas com amores de 3 dias.  Ela é romântica, inteligente, esperta. Ele é o bad boy mal encarado, tatuado, lindo, que trabalha muito e é dono de seu próprio pub.

Sophie é determinada. Ela resolve que quer Jake e vai atrás, sem querer saber para o que os outros pensam. É claro que os dois enfrentam algumas situações complicadas durante a narrativa. Ela se decepciona, ele tem que provar (principalmente para si mesmo) que é merecedor do amor que ela dá, e mais, que ele pode amá-la intensamente. Ela se importa com o que ele pensa.  Ele a maltrata porque se considera Inferior à ela. É um jogo de gato e rato interminável, mas esse é o charme da trama da Bella.
O livro tem uma capa aveludada, na tentativa de aumentar a sensação de que o livro é sensual. Achei divina – muito melhores que as originais da autora, que são muito feias. Portanto, a Novo Conceito caprichou na arte. A diagramação é normal, sem firulas.
A cada livro a série evolui. Amei o Gabe, mas Jake e Sophie são melhores ainda.  Eles são mais quentes que os outros três anteriores. Há uma história, não somente sexo. Então tem horas que senti um aperto na barriga, pelas discussões, pela tristeza de Sophie.
Gostei. Ainda estou esperando mais. Mas é o melhor até agora, com certeza!

Ps: Sophie tem um apelido na família – Boazinha. Esta tradução é terrível. Algo como Agradável combinaria mais com o contexto (quem ler vai entender). Mas agora já foi... Inclusive a tradução deixou a desejar em alguns pontos, mas nada que estrague a leitura.


O coração dela se apertou diante da maneira como o irmão a olhou, como se fosse uma menininha a quem ele precisasse proteger. Será que ele não via? Era exatamente por essa razão que ela precisava fazer isso. Assim, todos parariam de pensar nela como a doce e meia Boazinha. p.26
Reações:

2 comentários:

  1. Cameeee está de volta!!! Saudades de tu, nêga!!!
    Eu tô maluca para ler esta série, mas quero completar logo...
    Gostei da mocinha pq é bibliotecária e pelo nome!!! E também gosto quando é um romance antigo, concordo que convence mais.
    As capas estão lindas mesmo, pena que não deixaram todas assim... as três primeiras têm casais na capa...
    Adorei que vai melhorando, eu estou bem curiosa para conhecer este casal que se ama e se mantém longe. hahaha

    ResponderExcluir
  2. Nem preciso falar que AMO Sophie!! Sim o livro dela é uns dos quais mais gostei!!! As capas do Brasil dão de 10 x 0 das de lá de fora! E tbm não gostei da tradução ser "Boazinha" ficou mto bléeee mas fazer o q ....

    ResponderExcluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!