sexta-feira, 27 de julho de 2012

Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações nos distritos dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menos do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.

Genteeeee, o que é esse livro?!
Definitivamente melhor do que o primeiro volume, Em Chamas trás muita ação, romance e inteligência.
Posso garantir que desta vez, tanto Katniss quanto Peeta realmente jogaram, batalharam nos Jogos Vorazes – diferente do primeiro livro, onde eles mais contaram com sorte (sim, porque ficar se escondendo de todos não é, exatamente, lutar). Agora foram espertos para fazer alianças e realmente entrar no jogo. Isso é demais!
Suzanne Collins quebrou tudo neste livro! As cenas são dinâmicas, os diálogos inteligentes e ágeis. As descrições dos acontecimentos e ambientes são tão perfeitas que o leitor se sente dentro da arena.

Com a vitória dos dois tributos do Distrito 12 – quebrando a principal regra da Capital, onde somente um tributo sai vivo da arena –, os questionamentos dos Distritos começam, e também as revoltas. Nem a turnê dos vencedores acalma os ânimos. É aí que o Presidente Snow anuncia: haverá o 3º Massacre Quaternário – que é a “edição comemorativa” dos Jogos Vorazes, que ocorrem a cada 25 anos. Desta vez a regra para entrar na arena é: os tributos masculinos e femininos serão colhidos a partir de seus vencedores existentes. Ou seja,   Katniss e um dos dois vencedores masculinos: Hatmitch ou  Peeta. Chuta quem vai? Preciso nem dizer, né!

Os jogos são intensos. Os combates são terríveis. Tudo muito dinamizado.
Outros personagens tiveram destaque, o que garantiu uma variedade na história, apesar de ser sob o ponto de vista da nossa protagonista. As estratégias que   Katniss Peeta utilizaram foram sagazes. Além disso, a cumplicidade que os dois apresentam em todo o livro é instigante e interessante. Os momentos de romance, assim como os de dúvida, foram escritos de forma impecável – deixando o leitor apaixonado, assim como confuso.
Se você já leu Jogos Vorazes, não deixe de ler Em Chamas. É melhor, acredite!

Ps:  Peeta, continuo te amando!





Não deixe de visitar o blog... Você é muito bem-vindo!!
Reações:

4 comentários:

  1. Não li nenhum dos livros dessa trilogia...
    Quem sabe um dia... =P

    bjs!


    http://www.etecetera-e-tals.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá = )
    Eu já estava com vontade de ler Jogos Vorazes, e agora você me diz que Em Chamas é melhor ainda!? Como faz? hahah
    Estou com muita vontade de ler os livros dessa trilogia. *-*

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como faz, Bia? Leia Jogos Vorazes *-* Paixão a primeira leitura!

      Excluir

Assine nosso Feed! Skoob! Siga-nos no Twitter! Facebook!